0 comentários

Ladz

rockwave.com.br/ladz
Virar fã

 

Ladz

SP, SP
champagne_supersonic@hotmail.com
http://www.tramavirtual.com.br/ladz

Biografia

Honestidade. Há um bom tempo o rock pedia um pouco de honestidade para o Brasil. E quando os quatro rapazes que se conheceram em Campinas uniram-se inspirados nos ídolos de Manchester e Liverpool, não tinham dúvidas. Precisavam ser sinceros, desde o visual até o som.
Assim foi. Com Igor (letras, guitarra e backing vocals), Thomás (vocal e guitarra base), Quitter (baixista) e Felipe (bateria), nasceu Ladz, uma das poucas bandas de rock autêntico do Brasil.
Porque acreditam que rock mesmo, nasceu na Inglaterra. E rock com influências tão clássicas, não tem ares neo-punks, pops ou de new-metal. “Sempre faltou um ar mais Lennon ao rock cantado em português.” – um pode ressaltar. Pois aí está. Sons secos, introspectivos, mas ao mesmo tempo capazes de levantar anos de esquecimento à tona. Acabou-se a mística de que não há como escrever hinos do rock em nosso idioma. Acabou o tempo em que rock nacional era ditado por músicas fúteis, sem sentido ou enlatadas.
Como não podia deixar de ser, Ladz debuta em grande perfomance. O primeiro EP a ser lançado traz quatro faixas surpreendentes. “Hoje e Nunca”, nascida no Reino Unido através de uma banda qualquer, já teria virado hit do britrock. “Ares” aflora o potencial da banda em questionar o cotidiano e associar suas indagações à melodias épicas. “Pra Mais Ninguém” é uma balada apaixonada, com ritmo e cadência contagiantes, capaz de fazer o maior dos céticos bater o pé e assoviar. E por fim, pra colocar a banda de Campinas de vez entre os grandes da música nacional, a faixa “Tantofaz”. Um neologismo “ladziano” para mostrar que a banda tem muito punch para tocar rock n’ roll, muito feeling para mudar completamente o tradicionalismo de suas músicas e muita vontade de fazer milhões de brasileiros finalmente cantarem um bom rock.
Apesar dos poucos anos de formação, das primeiras demos ao EP, uma enorme diferença. Além da maturidade, do Festival 89FM (Rádio Rock) participado e das mudanças no grupo, evolui-se bastante. Quando abriram o show da banda Placebo, no Credicard Hall em São Paulo, nem a crítica aos covers (Franz Ferdinand e Oasis) fizeram Ladz desanimar. A resposta não estava na crítica e sim no público. E estes pulavam e cantavam, tanto os covers quanto nas músicas da própria banda. A proposta de levar o rock às massas tinha dado certo, o conceito da banda funcionava. E nele embutido os três anos de experiências, álcool e idéias, prontos para combustão da melhor performance já feita pela banda: a que ainda está por vir.
Deixemos os timbres estridentes das semi-acústicas soarem, Ladz pede passagem rumo às multidões.

Formação

Thomás Benite : Vocal e guitarra base.
Igor Tsubaki : Guitarra solo e vocal.
Felipe 'Suker' Américo : Baixo.
Felipe Serafim : Bateria.

Estilo

Músicas próprias em português com influências de bandas Britrock.

Contato

19.9219.8146
champagne_supersonic@hotmail.com

Comentários (0)

Nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comente


Copie e cole o código do player em sua página:

Internotas musicais

  • Nenhuma internota.

Agenda